sábado, 25 de setembro de 2010

Sentimento Peculiar

Sim, com certeza, és tu.
És tu querido medo,
meu sentimento particular.


Particularmente peculiar para minha pessoa.
Pessoa eu que muito se interessa por ti,
querido criador de ilusões.


Não, não sairei por ai à busca de ti,
mas tenha a certeza de que não me escusarei quando te encontrar,
aliás, peço-te que faça o mesmo!


Fique comigo querido!
Não se vá,
Peço-te isso, pois sei...


Sei que corajosos são os que conseguem admitir-te
Acalma-te, não precisa ficar agitado tão repentinamente...
Sim, sim, estou falando de coragem...


Mas só toquei nesta tal, pois...
Bem, pois ela é sua oposta não?
E o que melhor para te explicar se não seu próprio oposto?


Nada, pois os oposto não só se atraem,
Mas são mais próximos que os sinônimos,
Em minha opinião claro...


Não vim aqui afrontar-te querido,
E por isso peço-te que acalme-se novamente.
Vim aqui pois foi preciso vir. - Do contrário tenha certeza de que não viria...


Pois bem, vim para..
Não para afrontar-te, mas para simples e somente dizer-te em tom respeitoso que:
Corajosos são os que se permitem sentir este sentimento tão peculiar que é o medo,
/ e mais corajosos ainda são os que admitem tê-lo!


Passar bem mi Lord.

2 comentários:

  1. Ui, ui, ui Sofia.
    que medo! HASHAUSA, Ficou ótimo, como de costume!
    Beeijos

    ResponderExcluir
  2. Muuito bom! gostei mesmo!

    ResponderExcluir

E por que não se expressar?